PUB
Câmara de Guimarães aprovou subsídio para o CART
Quinta-feira, Janeiro 25, 2007

A reunião quinzenal da Câmara Municipal de Guimarães decorreu hoje tendo sido votado e aprovado por unanimidade a atribuição de um subsídio ao Centro de Actividades Recreativas Taipense (CART) no valor de 7500 euros.
(2 comentários)

Da agenda para esta reunião fazia parte um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal de Guimarães e a cooperativa Fraterna. Essa colaboração consistirá, segundo o documento, na organização de um conjunto de actividades de “âmbito social”, com um financiamento por parte da Câmara Municipal de Guimarães, num valor que ascende a 330 mil euros.

Esta proposta passou com o voto contra do PSD e a abstenção da CDU. Carlos Vasconcelos justificou o voto referindo discordância quer com o funcionamento da cooperativa de uma forma geral, quer com a distribuição das verbas proposta.

A Câmara decidiu ainda aprovar a atribuição de 10 mil euros mensais à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães para fazer frente à “situação altamente deficitária” em que se encontra aquela instituição. Recorde-se que em Abril de 2005 foi estabelecido um protocolo entre os bombeiros de Guimarães e a Câmara Municipal, que determinava a atribuição pelo município de uma verba de 67.250 euros anuais, pagos em duodécimos. O montante mensal agora solicitado deverá ser acumulado com o valor protocolado em 2005.

Esta proposta foi aprovada por unanimidade, registando-se a preocupação de António Magalhães pela situação daquela instituição, adiantando não ser do seu agrado esta forma de resolver os problemas. O edil deposita esperanças num futuro esquema de parceria a estabelecer com o Governo.

Antes do tratamento dos pontos da agenda desta reunião, registaram-se intervenções de todos os elementos da oposição. Destaque-se a intervenção de Rui Vítor Costa, que alertou para o estado de degradação da Pavilhão do INATEL, na envolvente ao Estádio D. Afonso Henriques. O eleito pelo PSD referiu a necessidade de uma intervenção naquele equipamento, não defendendo contudo a municipalização do pavilhão.

Carlos Vasconcelos centrou um dos pontos da sua intervenção no problema do emprego na região do Vale do Ave, por este ter sido também um dos aspectos integrantes do plano de acção da AMAVE. Vasconcelos vincou uma nota de apoio à AMAVE na procura de uma estratégia de resolução do problema e pediu a António Magalhães que mantivesse a câmara informada dos desenvolvimentos deste processo.

Pela parte da CDU, Salgado Almeida começou por solicitar ao presidente da Câmara Municipal que indagasse, junto do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), quais terão sido os critérios para a distribuição dos balcões de atendimento à população desempregada. Apontou ainda como problema a falta de segurança nas condições de circulação de peões no espaço entre o Guimarães Shopping e o hospital de Guimarães (Alameda Mariano Felgueiras).

António Magalhães respondeu, no que se refere ao pavilhão do INATEL, que a câmara já tentou noutra altura resolver o problema, sem que o proprietário se tenha mostrado disponível. Prometeu “voltar à carga” e retomar as negociações. Quanto ao assunto do desemprego, colocado por Carlos Vasconcelos, o edil relatou que está a ser feito trabalho, quer no seio da câmara, quer no âmbito da AMAVE na valorização dos recursos humanos da região. Magalhães alertou, no entanto, para a falta de certezas na obtenção de resultados, tendo em conta o sistema de formação profissional que tem funcionado.

Em resposta a Salgado Almeida, o presidente da câmara revelou que está a ser preparada uma “revolução urbanística” na Alameda Mariano Felgueiras, havendo trabalho técnico em curso e uma boa abertura por parte da SONAE para colaborar no processo. Quanto à questão dos balcões do IEFP, António Magalhães não disse uma palavra.

Texto: Paulo Dumas

COMENTÁRIOS A ESTA NOTÍCIA
___________________________________________
Que este subsidio sirva para pagar algumas dívidas já bastante atrasadas que o CART contraiu aquando da finalização do seu pavilhão.
Augusto Mendes 2007-01-26 08:37h

O CART honra o desporto… Guimarães está bem representado no que se digna a instituição no hóquei em patins… é preciso ajudas destas para continuar a grande evolução desta instituição! força…
Filipe C. 2007-01-26 12:55h

Artigos Relacionados