PUB
Câmara atribui subsídio de 20 mil euros à realização do Barco Rock Fest
Quinta-feira, Março 31, 2016

O apoio do município faz parte de uma aposta na consolidação do crescimento do festival. O vereador José Bastos afirma que o retorno do apoio do município será avaliado no final do próximo ano.

A edição de 2016 do Barco Rock Fest será subsidiada pela Câmara Municipal de Guimarães num montante de 20 mil euros, à semelhança do que aconteceu nos últimos anos. O montante será atribuído à associação Movimento Artístico das Taipas, que organiza o festival de música com a Junta de Freguesia de Barco.

A atribuição do subsídio faz parte de um acordo entre a organização do festival e o município, que decorre durante o corrente mandato autárquico. O Barco Rock Fest assinala este ano o seu décimo aniversário e deverá acontecer na Praia Fluvial de Barco, no mês de Julho – mais cedo do que é habitual.

A proposta que foi apresentada por José Bastos, vereador da cultura e foi aprovada por unanimidade na reunião de 31 de Março de 2016. O vereador reafirma o compromisso assumido por parte do município, suportado na importância que o festival representa.

Para José Bastos o Barco Rock Fest “tem tido dificuldade em assumir a dinamica, a projecção e a capacidade de atractividade que desejamos” e o apoio do município sustenta esse percurso de afirmação que o festival de música tem de percorrer.

Para José Bastos, findo este período de afirmação será tempo para “verificar de que forma esta aposta do município se traduziu em retorno público e em crescimento do festival, capaz de alavancar a sua realização no futuro”. No entanto, o vereador constata desde já que “o patamar do festival ainda não está onde deveria estar”.

A proposta sustenta que o Barco Rock Fest “provou a sua capacidade de mobilzação de públicos” e que se tem vindo a afirmar de forma “consistente e evolutiva no panorama dos festivais musicais”.

Artigos Relacionados

Câmara atribui subsídio de 100 mil euros ao Centro Social PMJS
Quinta-feira, Fevereiro 4, 2016

Apoio do município será uma comparticipação para a obra de construção do Lar Alcide Felgueiras, que representou um investimento global de 2,6 milhões de euros.

Foi por unanimidade que o executivo vimaranense aprovou um subsídio de 100 mil euros para a comparticipação nas obras do Lar Alcide Felgueiras. O executivo considera que o Centro Social Padre Manuel Joaquim de Sousa desenvolve um trabalho importante nas áreas e valências sociais de pré-escolar, creche, ATL, centro de dia, lar de Idosos e apoio domiciliário.

Domingos Bragança, presidente da Câmara Municpal de Guimarães, fez questão de assinalar que se trata do primeiro apoio dado pela Câmara para esta obra, reforçando a ideia do trabalho de relevo prestado por esta entidade.

Ricardo Costa, presidente da direção do centro social taipense, mostrou-se satisfeito com este apoio camarário, salientando que a verba em causa permite algum alívio face aos compromissos assumidos, que são de grande exigência.

Recorde-se que o Lar Alcide Felgueiras representa um projeto do centro social taipense com um investimento global de 2.600.000 euros que foram cofinanciados pelo programa POPH (1.062.000 euros) e por apoio bancário (1.200.000), havendo uma diferença de 400 mil euros que tem vindo a ser coberta com recurso a fundos de apoio à tesouraria e à angariação de fundos, de modo a cobrir despesas de curto prazo que podem comprometer as atuais respostas sociais.

Artigos Relacionados

Câmara atribui subsídios às associações desportivas
Quinta-feira, Maio 2, 2013

Clubes de Guimarães recebem apoio da Câmara Municipal para a formação de jovens atletas.

De acordo com o previsto no Regulamento de Atribuição de Apoios às Associações Desportivas de Guimarães e do total de 67 clubes desportivos inscritos, foram apresentadas 59 candidaturas nos serviços de Desporto da Câmara Municipal de Guimarães, correspondendo a 23 pedidos de apoio à construção e requalificação de instalações desportivas, 29 pedidos de apoio à formação de camadas jovens e 7 pedidos de apoio à organização de actividades e eventos desportivos.

Para a época 2012/2013 e com base nos critérios estabelecidos no referido Regulamento, na sua reunião desta manhã, o executivo vimaranense aprovou a atribuição do total de 242.500 euros, distribuídos pelas diferentes tipologias de apoios.

Os clubes de proximidade geográfica às Taipas contemplados, foram os seguintes:
CART (8 mil euros), CC Taipas (7.500 euros), Brito (7.500 euros), Sandinenses (7.500 euros), Ponte (5 mil euros), CSCDR de Vila Nova Sande (750 euros) e Clube Ténis Mesa Taipas (500 euros).

A maior fatia de todas foi para o Vitória, num total de 110 mil euros.

Artigos Relacionados

Câmara atribui subsídio à Banda Musical das Taipas
Sexta-feira, Março 2, 2012

A Banda Musical das Taipas vai receber, em 2012, um apoio municipal de 5 mil euros, resultante de protocolo a estabelecer com a Câmara.

Este incentivo resulta de um protocolo a estabelecer entre a Câmara Municipal de Guimarães e a Banda Musical das Taipas em que esta última se compromete a realizar dois concertos musicais, em data e local a acordar entre as partes.

O montante atribuído à colectividade taipense é retirado de um “bolo” de 50 mil euros, que o executivo municipal aprovou na sua reunião de ontem, que se destina a incentivar e apoiar a formação, criação produção e divulgação cultural em diferentes áreas como a música, folclore, teatro amador, etc.

Artigos Relacionados