Boas Festas
Quinta-feira, Dezembro 11, 2003

“A Todos um Bom Natal
A Todos um Bom Natal
Que seja um Bom Natal
Para todos vós
Que seja um Bom Natal
Para todos vós”

São os nossos votos sinceros, desejando que, na carta que escreveram ao Pai Natal, não se tenham esquecido de pedir paz, amor, e solidariedade, não só entre os portugueses, mas principalmente, entre todos os povos que estupidamente ainda se continuam a matar.

Pê éSses finais:
Pê éSses finais:
“Cuidado com a cabeça!!!” deve ter sido a frase mais ouvida no balneário do estádio francês onde os nossos “craques” da Selecção Nacional de Sub 21 festejaram “pacificamente” a sua vitória. Contudo, de imediato, é colocada a seguinte questão: estes atletas de alta competição, só pelo privilégio de vestirem a camisola de Portugal, não deveriam ter educação, respeito, humildade, orgulho, … e lembrarem-se que, com a camisola das QUINAS vestida, é um País que está em jogo? Parece que não. E é aqui que me sinto envergonhado por aquela atitude eufórica, que penso não ser certamente prática corrente nos clubes onde jogam e que lhes pagam ordenados principescos, pois aí, o respeitinho é muito lindo, fica bem e é exigido.
Mas ainda bem que o tecto era falso se não os intervenientes tinham ficado muito mal tratados e que esta vitória não foi alcançada no Estádio do Vitória de Guimarães se não o “novo” estádio (para muitos catedral), recentemente inaugurado, tinha ficado precocemente destruído. Mas nem tudo são coisas boas pois se isto tivesse acontecido em Portugal, de certeza que o Dr. Pimenta Machado não deixaria que a culpa morresse solteira. Assim, como foi lá fora e na alçada de outras instituições, nunca se sabe, nunca se sabe… A ver vamos, a ver vamos…

Ainda no rescaldo da “manifestação” que recentemente ocorreu na nossa Vila, gostaria de lembrar (e até sugerir) que, por esse país fora, existem milhares de movimentos ou comissão de utentes que precisam urgentemente de alguém que esteja sempre disponível para os liderar mas, com mais pulso, pois nem todos os visados são educados como o nosso Presidente da Junta.
Em relação ao pedido, tentativa, ameaça – ou lá o que foi que o Sr. Manuel Marques da Silva manifestou, em carta aberta, na última edição do Jornal Reflexo, para que lhe disponibilizassem fotocópias dos Estatutos da Taipas-Turitermas e Centro Social – gostaria de o informar de que, como cidadão e/ou como membro da Assembleia de Freguesia de Caldelas, não as tenho para lhas entregar, mas, mesmo que as tivesse, entendo que o correcto não seria eu a fornecer-lhas, mas sim, os responsáveis pelas instituições visadas. Mais, posso até sugerir que, sendo a Junta de Freguesia de Caldelas Cooperante das Taipas-Turitermas, acho mais conveniente endereçar o seu pedido à Junta de Freguesia e não à Assembleia e aos paroquianos, em carta aberta.
Mas, para mim, pior do que duvidar politicamente da transparência e seriedade do presidente das instituições (que como sabemos também é o Presidente da Junta), é fazer, constantemente, política sustentada em birras pessoais e não em preocupações sérias e colectivas que resolvam os reais problemas da Vila.

Assim, sugiro a todos os insatisfeitos que não conseguiram alcançar democraticamente o TAL LUGAR, que criem o movimento: AQUEIXA – Associação dos que se Queixam por tudo e por nada e que têm tempo para tudo e mais alguma coisa e que apareçam lá para 2005 como candidatos às próximas eleições autárquicas.