Baixem o preço dos bilhetes!
Quarta-feira, Setembro 28, 2005

Sinceramente, não acho que o nosso futebol – e estou a falar do escalão mais elevado, agora designado por Liga Portuguesa Betandwin.com – seja menos competitivo que outros Campeonatos por essa Europa fora. Mas, o cerne da questãop prende-se com a estrutura envolvente. O “senhor” que chamou atenção foi o actual técnico do FC Porto, Co Adriaanse, estranhando a fraca afluência do público aos estádios, considerando ainda que isso tem influência nos espectáculos.
Ora bem, é claro que os espectáculos são sempre mais agradáveis com a presença do público. Até uma equipa de Circo é capaz de brilhar se olhar para um plateia repleta e desiludir-se perante dois ou três espectadores na sua frente. Todavia, e porque contacto com a realidade, deduzo que não é a falta de qualidade nos artistas que desmotiva o público em se deslocar aos Estádios. O problema está mesmo no preço desmesurado dos bilhetes para assistir aos jogos de futebol. A crise chegou para todos. A nossa sociedade impede que um cidadão, cum um salário médio, se dê ao luxo de estar todos os fins-de-semana nos Campos de Futebol. Qualquer jogo de futebol, até mesmo na II Divisão Nacional, vai de 10 euros para cima. Agora, como é que um cidadão desembolsa, sem mais nem menos, 10, 20, 30, 40 e até 50 euros para um jogo de futebol!? Noventa minutos de espectáculo, e muitas vezes sai de lá desagradado!
Mas, afinal de contas, não seria melhor contar com um Estádio de Futebol repleto de pessoas, por bilhetes mais baratos. Vale a pena ter um adepto numa bancada a pagar um bilhete de 50 euros, ou ter 10 adeptos a pagar bilhetes a 5 euros? Feitas as contas, a receita é igual…
Tudo passa por uma questão de gestão… e inteligência. Por obrigação profissional, tive a oportunidade de acompanhar, recentemente, o jogo entre o Estrela Vermelha e Sp. Braga, a contar para a Taça UEFA, em Belgrado, na Sérvia e Montenegro. O país está praticamente restituído, depois guerra, mas ainda a adquirir consistência económica. É claro que as realidade de dois países são díspares, mas meus senhores…os bilhetes para o jogo da Taça UEFA, em Belgrado, variavam entre os 5 e 10 euros (já convertidos por dinâres, moeda em uso na Sérvia). Resultado: 48 mil espectadores nas bancadas, a torcerem de uma forma fervorosa pelo seu clube. É um exemplo… e num jogo da Taça UEFA!

Paulo Machado