PUB
Auditoria externa à Junta desencadeia participação ao Ministério Público
Sexta-feira, Maio 1, 2009

O anúncio foi feito pelo Secretário da Junta de Freguesia, Armando Abreu, dando conta de uma deliberação tomada pelo executivo na qual é referido que decorreu uma auditoria externa à Junta de Freguesia tendo sido esta, por decisão dos auditores, suspensa temporariamente. A Junta entende haver matéria e factos já apurados para comunicar ao Ministério Público.

O actual elenco da Junta de Freguesia tomou esta decisão depois de confirmar algumas suspeitas que indiciam desvio de valores monetários, como é caso das receitas da feira e verbas destinadas às cantinas das escolas da Charneca e Pinheiral, ao longo dos últimos anos e mandatos.

Outro assunto amplamente discutido, aquando da apreciação do inventário de todos os bens, direitos e obrigações patrimoniais da freguesia, foi o facto do edifício onde se encontra sediado a Junta de Freguesia não pertencer formalmente à freguesia.

A conta de gerência e relatório de gestão de 2008 foram aprovados com os votos da maioria PSD, 2 votos contra do PS e 2 abstenções, uma da CDU e outra do deputado João Pedro do Partido Socialista.

Outros assuntos, como é caso do negócio da carrinha, festa da cerveja, propinas dos pobres , Lar de Idosos e obras realizadas, foram abordados nesta primeira sessão ordinária de 2009 da Assembleia de Freguesia. Daremos nota dos mesmos na próxima edição do REFLEXO.

José Henrique Cunha

Artigos Relacionados