PUB
Atletismo da UMinho no topo
Sexta-feira, Janeiro 30, 2009

A equipa de atletismo da academia minhota voltou mais uma vez a brilhar, ao vencer o CNU de Atletismo – Pista Coberta, realizado em Braga.

Mesmo sem algumas das suas atletas de ponta, a AAUMinho mostrou que está forte e aponta agora baterias aos CNUs de Corta Mato e Pista ao Ar Livre.

A UMinho estreou-se da melhor forma na organização de um Campeonato Nacional Universitário de Atletismo – Pista Coberta, ao vencer esta prova. Com uma equipa composta por 19 atletas (11 masculinos e 8 femininos), as maiores esperanças de conquista de medalhas por parte dos minhotos residiam nas provas de velocidade e no salto em comprimento.

Nos 60 metros femininos, Liliana Correia voltou a competir pela AAUMinho, e mostrou o porquê de ser a atleta universitária com mais títulos conquistados (25 no total de colectivos e individuais / 42 medalhas entre ouro, prata e bronze).

Na final, foi necessário recorrer ao photo-finish para determinar a vencedora da prova, que haveria de ser a leiriense, Cândida Bairrada. Cândida bateu Liliana por uns escassos dois milésimos de segundo!

Na prova masculina, Carlos Gonçalves da AAUMinho foi também ele batido sob a linha da meta (7,00s), mas desta feita com uma diferença de 59 centésimos. O vencedor desta prova de velocidade pura foi Dany Gonçalves da Associação Académica da Universidade da Madeira (AAUMa), com o tempo canhão de 6,87s.
No salto em comprimento, Liliana Correia ficou mais uma vez com a prata (5,05 m) tendo sido batida pela sua adversária da AAUMa, Tânia Caíres (5,19m).

Nesta especialidade, mas no masculino, Mário Silva da AAUMinho “ficou-se” também ele pelo 2.º lugar do pódio ao fazer a marca de 6,42m. O ouro foi para a Faculdade de Motricidade Humana, através de Marcos Cadeira com um salto de 7,01m.

As restantes medalhas viriam a ser conquistadas nas estafetas 4x200m. No masculino David Melo, Mário Silva, Paulo Ferreira e Pedro Costa conquistaram a prata (1.38,58m), tendo apenas sido batidos pelos “foguetes” da Universidade de Lisboa (1.36,91m).

Na vertente feminina, a prata fugiu à AAUMinho por apenas quatro centésimos de segundo. A UPorto com o tempo de 2.00,44m ficou então com a prata, tendo o IPleiria (1.55.86m) ficado com lugar mais alto do pódio.

Com estas medalhas, a juntar às outras classificações entre os oito primeiros (são os que pontuam para a classificação geral de equipas), a AAUMinho arrebatou para si o título colectivo, tendo a UPorto ficado em segundo e o IPLeiria em terceiro.

Texto e Fotografia: Nuno Gonçalves

Artigos Relacionados