Assembleia de Freguesia Extraordinária em Ponte
Terça-feira, Fevereiro 21, 2006

A Assembleia de Freguesia de Ponte reuniu ontem, em sessão extraordinária para revogar uma deliberação daquele órgão no sentido de alugar um terreno, pertence da freguesia, a uma empresa para a construção de um estaleiro de obras.

Realizou-se ontem, na vila de Ponte, uma Assembleia de Freguesia Extraordinária, convocada a pedido dos deputados da oposição (2 do PSD, 1 da CDU e 1 do BE) no sentido de se apreciar, discutir e votar uma proposta apresentada por estes. Traços gerais, essa proposta consistia em levar à votação a revogação de uma anterior decisão daquela Assembleia em alugar um terreno, pertencente à Junta de Freguesia, a uma empresa que, segundo estes, estaria a ser utilizado para fins diferentes dos inicialmente propostos. Ou seja, em vez da construção dum estaleiro – fim para o qual o terreno terá sido alugado -, a empresa lá instalada, estaria, alegadamente, a utilizar o espaço para aterro de diversos lixos.
Depois de alguma animosidade por parte dos intervenientes nesta reunião, com alguma troca de opiniões e comentários (alguns pouco abonatórios) entre os participantes, a proposta foi colocada à votação e chumbada com 5 votos contra da bancada socialista e 4 a favor dos deputados da oposição.
O Presidente da Assembleia ainda permitiu a intervenção do público na parte final da reunião o que de certa forma deu azo a que, por diversas vezes, a animosidade voltasse a prevalecer entre os presentes.
Quase 3 horas de reunião com um final previsível (maioria PS votou desfavoravelmente a revogação da decisão em causa) mas que, na opinião dos elementos da oposição, valeu pelo alerta e sensibilização da população para o assunto.
Mais informações sobre o assunto na próxima edição do Jornal Reflexo, nas bancas no início do mês de Março.

Artigos Relacionados