PUB
Assembleia Municipal reúne em sessão ordinária esta Quinta-feira
Terça-feira, Abril 28, 2015

A aprovação do Plano Director Municipal é um dos assuntos que faz parte da agenda da próxima reunião do órgão deliberativo do município, que reúne esta Quinta 30, na Universidade do Minho.

A Assembleia Municipal de Guimarães reúne esta Quinta-feira, pelas 21 horas, no Auditório da Universidade do Minho. Em discussão estarão vários assuntos dos quais se destacam a apresentação do Relatório de Contas do município, relativo ao ano de 2014.

Em cima da mesa estarão ainda a distribuição dos apoios às freguesias, assim como o projecto de acordo com as Juntas de Freguesia com vista à delegação de competências em matéria de limpeza e manutenção de espaços públicos.

Um dos temas que deverá envolver alguma discussão por estar na agenda política do momento a aprovação do Plano Director Municipal de Guimarães pelo município, já apontado pela oposição por ter chegado em má altura.

Artigos Relacionados

Assembleia Municipal reúne Sexta-feira
Quarta-feira, Março 13, 2013

O Auditório da Universidade do Minho recebe, esta Sexta-feira, mais uma Sessão Ordinária da Assembleia Municipal de Guimarães.

O início da reunião está previsto para as 21.30 horas e, caso os trabalhos constantes da agenda não fiquem concluídos naquela data está, desde já, agendada nova sessão para a Segunda–feira seguinte.

Em discussão e para votação estarão, entre outras, a Proposta de Regulamento para a atribuição do direito de ocupação das lojas do piso superior do Mercado Municipal de Guimarães a Associações locais, bem como, a ratificação da saída do Município Vimaranense da Associação de Municípios de Fins Específicos – Quadrilátero Urbano.

Pela bancada do PSD e CDS/PP será levada a esta reunião, uma Moção relativa às inundações ocorridas “em diversas habitações situadas na Rua do Emigrante, freguesia de São Martinho de Sande”. Centristas e social-democratas vimaranenses pretendem que a Assembleia Municipal apele ao presidente da Câmara “para que interceda junto das entidades responsáveis no sentido de, no mais curto prazo possível, encontrar uma solução que corrija o erro infraestrutural que impede o normal escoamento das águas na Rua do Emigrante e seja reparada a estrada que a serve”.

Artigos Relacionados