Armando Abreu excluído
Quarta-feira, Maio 1, 2013

Aprovada por unanimidade a atribuição da Medalha de Honra, a título póstumo, a Maria Alcide Felgueiras e Augusto Dias de Castro, bem como a Medalha de Mérito ao cidadão Fernando Matos. A surpresa da noite estava reservada para Armando Abreu que se viu excluído da bancada parlamentar do PSD.

Na passada segunda-feira realizou-se a primeira sessão ordinária da Assembleia de Freguesia de Caldelas do ano 2013 que teve lugar, como é habitual, no Salão Nobre da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários das Caldas das Taipas. Da ordem de trabalhos constavam os seguintes pontos:  1. Leitura e aprovação da Ata da Sessão Ordinária de 04.01.2013; 2. Período antes da ordem do dia, com a duração máxima de cinquenta minutos, para tratamento de assuntos gerais de interesse para a freguesia, sem carácter deliberativo; 3. Apreciação da informação escrita da Junta de Freguesia, relativa à actividade por aquela exercida e sobre a situação financeira da Freguesia, entre sessões; 4. Apreciação e votação de proposta de 1ª Revisão Orçamental para 2013;  5. Apreciação e votação dos documentos de prestação de Contas do ano 2012; 6. Apreciação do Inventário dos Bens da Freguesia; 7. Apreciação e votação de proposta, da Junta de Freguesia, de atribuição de Medalhas de Honra e de Mérito da Freguesia; 
A ordem não fazia prever a surpresa que estaria reservada ao membro social democrata, Armando Abreu, quando este se viu excluído da bancada parlamentar do PSD, pelos seus próprios correligionários. Sete dos oito membros eleitos pela lista do PSD apresentaram uma comunicação à Mesa da Assembleia, na qual deram nota que “decidiram constituir o “Grupo Parlamentar do PSD” e eleger o seu Porta-Voz, nos termos da Lei e do Regimento, com a seguinte composição: 1. Mário Augusto de Araújo Ribeiro – Porta- Voz;2. Carlos Franclim Matos de Freitas – substituto do porta-voz;  3. Raquel Leonor Pereira Martins; 4. Carlos Manuel Pereira Caldas Ribeiro Guimarães; 5. Vânia Alexandra Oliveira de Castro; 6. Vítor Manuel da Silva Pereira;  7. Joaquim Pedro martinho da Silva. 
Na sessão não foi adiantada nenhuma justificação para esta decisão, mas o Grupo Parlamentar do PSD, na manhã seguinte, fez chegar à redação do REFLEXO uma nota de imprensa onde explica as razões do afastamento do membro Armando Abreu. Os signatários evocam a “falta de confiança política que aquele passou a merecer dos seus colegas – eleitos pela mesma lista -, consequência, sim, da falta de lealdade, de respeito e de sentido democrático para com os seus colegas de “bancada””. 

Medalhas de Honra da freguesia de Caldelas  A fundamentação das propostas refere que “Maria Alcide Vasconcelos Felgueiras, por todos carinhosamente tratada por “Cidinha da Seara”, é indissociável da “Casa da Seara”, uma casa e uma família com fortes ligações à nossa vila e à respetiva Paróquia, que desde tempos imemoriáveis sempre prestou apoio e acolheu, até, mesmo que temporariamente, os seus sucessivos párocos”. É ainda referido que “a sua dedicação aos jovens e aos doentes foram, talvez, os passos mais marcantes na sua vida, enquanto cidadã taipense, não só para ela como também para todos quantos a recordam com saudade e dela guardam boas recordações, conforto espiritual e humano, e até alguma da sua formação humana e religiosa. É ainda realçado “o seu prestimoso contributo nas negociações de terrenos necessários à construção dos quartéis dos bombeiros e da GNR, bem como a doação de terreno para as atuais infraestruturas do Clube Caçadores das Taipas.” 
Em relação ao cidadão Augusto Monteiro Dias de Castro, “médico, residente definitivamente na freguesia de Caldelas desde 1949, conhecido por “Doutor dos Banhos” por o seu primeiro consultório ter sido fixado no Estabelecimento Termal das Taipas”, o documento de fundamentação apresentado pelo executivo da Junta de Freguesia, assume que “a história da freguesia e da Vila nunca poderá olvidar a presença omnipresente do Dr. Augusto Dias durante a segunda metade de todo o século XX.” ”A Medalha de Honra da freguesia pretende galardoar o excepcional exercício de actividades de interesse humano; actos notáveis ligados à humanidade de que resulte grande honra, prestigio ou evidentes benefícios colectivos com expressão efectiva e duradoura na história da freguesia.” No documento é enaltecido a “vida dedicada ao exercício da medicina, actividade humana em que os valores humanos da solidariedade e da disponibilidade mais exigem dos seus actores, o Dr. Augusto Dias prestou testemunhos incontáveis de auxílio, assistência, solidariedade, disponibilidade que merecem ser registados e perpetuados. Nos momentos históricos em que o Serviço Nacional de Saúde não existia; que as condições de vida da generalidade dos portugueses era paupérrima; que as condições de higiene das casas e espaços públicos eram profundamente deficientes, o Dr. Augusto Dias esteve presente para ajudar, para prestar apoio a quem dele necessitava, para estar, principalmente, junto dos pobres a quem nunca regateou o acto médico mesmo que não tivessem posses para lhe pagar.” 
Medalha de Mérito da freguesia de Caldelas Ao cidadão Fernando Lopes Matos, “professor de música aposentado, nascido na freguesia de Caldelas, e com toda a sua vida ligada ao associativismo e cultura da freguesia e vila de Caldas das Taipas” é atribuída a Medalha de Mérito da freguesia. O executivo justifica esta condecoração como forma de “distinguir quem se tenha notabilizado na valorização do património local; na divulgação dos nossos costumes e tradições ou que tenham contribuído de forma destacada para a promoção da cultura.” “A sua ação, na promoção da música, passou pela sua abnegada dedicação ao ensino gratuito do solfejo e instrumento, iniciando, assim, centenas de taipenses pelo gosto pela música erudita, conseguindo que um grande número seguisse a profissão ligada à música como executantes em orquestras, no ensino, e outros grupos” é outro argumento apresentado. Outros méritos são reconhecidos a este taipense: “A ação do homenageado estendeu-se para o desporto, no CC Taipas, onde foi, em variados e distintos tempos, director, contribuindo com o seu trabalho para a recuperação manutenção e engrandecimento do CC Taipas.” A Junta de Freguesia deu nota que é pretensão da mesma que a imposição das condecorações se realize no dia 19 de Junho de 2013, dia da Vila. Na edição do Jornal Reflexo, que sai nos próximos dias poderá saber de mais pormenores ocorridos nesta Assembleia de Freguesia. 
José Henrique Cunha

PUB

Artigos Relacionados