PUB
Andrew Bird em Famalicão
Quarta-feira, Setembro 28, 2005

Foi num auditório cheio de admiradores, que Andrew Bird foi recebido em Famalicão, na Casa das Artes.

Nesta sua primeira passagem, após nove anos de carreira, pelo nosso país, o norte-americano veio apresentar, primeira em Lisboa e depois em Famalicão, o seu último álbum, “The Mysterious Productions of Eggs, bastante aclamado pela imprensa portuguesa e estrangeira.

O espectáculo, que estava previsto para o café-concerto e que mudou de local por este não ter capacidade para albergar tanta gente, começou por volta das 10h e 30m, com Bird, o cantor, guitarrista, violinista e também homem do assobio, a apresentar-se em palco um pouco tímido.

Porém, como que evaporada, essa timidez desapareceu e permitiu que o espectáculo decorresse sob a presença de um artista simpático e brincalhão (até brincou com o reflexo da sua guitarra!).

Andrew, que veio divulgar “The Mysterious Productions of Eggs”, tocou principalmente temas deste mesmo álbum e, entre “Misering cups”, “Nervous Tick motion of the head to the left” e “Bankinf on a myth”, deu-nos a conhecer um inédito “Armchair apocalypse” que mantém o deslumbre dos seus temas já editados.

Num concerto sem altos nem baixos, sobressai a enorme aptidão de Bird para compor temas extraordinários, característicos apenas de quem tem um dom especial e uma tremenda criatividade.

O que também ressalta é o facto de Andrew Bird transpor para palco músicas complicadas e bastante exigentes sem a ajuda de nenhum artista e conseguir, apesar da ajuda electrónica, um resultado perfeito.

António Joaquim Oliveira

Artigos Relacionados