PUB
A música que todos querem ouvir toca nos Banhos Velhos nos próximos meses
Segunda-feira, Junho 27, 2016

Nos próximos meses passarão pelas Caldas das Taipas alguns dos nomes de quem todos falam na música portuguesa. O programa apresenta um conjunto de propostas em várias áreas artísticas, que animarão o antigo e histórico balneário termal.

A programação dos Banhos Velhos para os próximos três meses já foi divulgada e conta com alguns dos nomes mais relevantes da música feita em Portugal dos últimos anos. O guitarrista Norberto Lobo, os electrónicos Sensible Soccers e as canções de B Fachada são alguns dos nomes que completam a programação deste ano.

As primeiras propostas começam logo no primeiro sábado de Julho, dia 9, com um concerto dos Bed Legs, com os The Wild Booze – a banda taipense que tem feito um interessante percurso de ascensão. Quanto aos Bed Legs, lançaram no início de 2016 o disco Black Bottle, onde se cruzam, no firmamento rock, os blues e o imaginário da louca segunda metade dos anos 1960. Ouvem-se aqui reminiscências dos Cream de Jeff Beck e Eric Clapton, os Uriah Heep ou os Steppenwolf.

Os destaques do trimestre concentram-se em Agosto, com concertos de Norberto Lobo (6 de Agosto) e dos Sensible Soccers (27 de Agosto). O guitarrista Norberto Lobo lançou, o último disco em 2015, com João Lobo e um conjunto de outros músicos – o excelente Oba Loba, onde recupera a música antiga, música de câmara com o jazz. Antes, Norberto Lobo lançou, desde 2009, com uma cadência quase anual uma série de discos, que foram considerados álbuns do ano na música portuguesa, nos respectivos anos de lançamento – o último dos quais, em nome próprio, é Mel Azul, datado de 2012.

Sobre os Sensible Soccers muito se tem escrito. Eles próprios são donos de a escrita de um disco que, expecula-se, virá a ser considerado o melhor disco nacional deste ano. Em Vila Soledade a banda sedeada em Vila do Conde mostra com que camadas são feitos sonhos electrónicos. Muito do que aqui ouvimos teve origem no trabalho que apresentaram o ano passado, em parceria com a artista gráfica Laetitia Morais (de seu nome “Paulo”). A abrir para Sensible Soccers tocam os Leviatã, duo de Braga também eles artesãos na artes de desenhar filigranas electrónicas.

Para fechar o ano, o artista conhecido como B Fachada (17 de Setembro) vem aos Banhos Velhos. O cantautor tem delineado uma campanha distinta no panorama português, desde que se iniciou nas lides da escrita e lançamento de canções por volta de 2006. Polémico, agitador e interventivo, B Fachada pode ser também desconcertante porque há algo de inconformidade naquilo que o compositor tenta transmitir ao seu público.

Durante os próximos meses de programação decorrem também nos Banhos Velhos um conjunto de actividades que convidam o público a conhecer melhor alguns domínios, como a literatura. Este ano, realiza-se uma primeira sessão de leitura (20 de Agosto). Antes, decorrerá a segunda edição do Curso de Literatura Portuguesa (9 de Julho).

Os amantes ou meros curiosos da astronomia terão, à semelhança de outros anos, uma sessão para que se possam olhar as estrelas com outros olhos. As artes performativas terão a representação do colectivo Outra Voz (23 de Julho).

Também o cinema está presente na programação dos próximos meses, com a realização de uma apresentação do Shortcutz Guimarães (30 de Julho). O concurso está a decorrer desde o início do ano, numa organização do Cineclube de Guimarães. Todas as últimas quartas-feiras do mês há duas curtas-metragens a concurso, que serão apresentadas pelos seus autores. Normalmente as sessões decorrem na sede da associação vimaranense, na cidade. Desta feita a sessão será nos Banhos Velhos.

Artigos Relacionados

Amália Hoje no Multiusos de Guimarães
Quarta-feira, Fevereiro 3, 2010

À semelhança de outros locais, prevê-se casa cheia no Multiusos de Guimarães para a exibição do espectáculo do momento – Amália Hoje.

O projecto musical – Amália Hoje – será apresentado no próximo dia 6 de Fevereiro (Sábado), a partir das 22 horas, no Multiusos de Guimarães numa iniciativa da cooperativa Tempo Livre com produção da AudioVeloso.

Os “Hoje” são constituídos por Sónia Tavares e Nuno Gonçalves (The Gift), Fernando Ribeiro (Moonspell) e Paulo Praça que se juntaram para recriar canções de Amália Rodrigues conferindo-lhe uma estética pop num contexto surpreendente.

No concerto, temas como “Gaivota”, “Foi Deus” e “Fado Português” surgirão numa fascinante união de músicos em que as canções vivem para além dos vestidos pretos e das guitarras portuguesas do fado. “Amália é muito mais que fado. Amália é pop e [o disco] prova que Fado é redutor para a voz que brindou o mundo e ainda mais redutor para os compositores que imaginaram as melhores canções pop de sempre da história da música portuguesa. Hoje é um veículo pop sem fronteiras nem barreiras, sem concepções nem travões. Hoje é aquilo que quisemos que Amália hoje fosse. Hoje somos todos aqueles que acham que Portugal é muito mais que aquilo que se mostra”, afirmam os mentores do projecto.

O preço dos bilhetes varia entre os 15 e os 30 euros (Cadeira Vip: 30 euros, Bancada: 17,50 euros e Plateia: 15 euros – lugares sentados/não marcados).

Os bilhetes podem ser adquiridos no Multiusos de Guimarães, na loja virtual de www.tempolivre.pt (pagamento por multibanco e sem custos adicionais), www.ticketline.pt, www.ctt.pt, Agências Abreu, Lojas Fnac, Lojas Worten, Lojas Bliss, Livraria Bulhosa, Mega Rede, Dolce Vita (Porto e Ovar), El Corte Inglês, Estações dos Correios, Lojas Mike Davis (Braga Parque /Guimarães Shopping/Espaço Guimarães). Infoline: 253 418 428 /253 520 300 / 707234234.

Artigos Relacionados

Amália Hoje apresenta-se em Guimarães
Terça-feira, Dezembro 22, 2009

O disco de tributo a Amália Rodrigues, campeão de vendas a nível nacional em 2009, passará pelo Multiusos de Guimarães em Fevereiro.

No ano que marca o décimo aniversário do desaparecimento de Amália Rodrigues e depois de ter já passado pela cidade um espectáculo de tributo à fadista, em Fevereiro o Pavilhão Multiusos de Guimarães recebe dia 6 o projecto Hoje, responsável por um dos sucessos discográficos do ano que agora termina.

O Projecto Hoje lançou em Abril de 2009 o álbum Amália Hoje e o single Gaivota inundou as rádios de todo o país, saldando-se o sucesso em vendas que elevaram o disco ao escalão da tripla platina por vendas superiores a 60 mil unidades.

Nuno Gonçalves, normalmente integrado no colectivo The Gift foi quem liderou o projecto a convite da editora Valentim de Carvalho. Para o levar avante fez-se juntar de Sónia Tavares também dos The Gift, de Fernando Ribeiro – voz dos Moonspell, e ainda Paulo Praça, que passou pelos Turbo Junki.e.e mais recente pelos Plaza.

A ideia do projecto consistia em transformar os fados originalmente cantados por Amália Rodrigues em canções com uma roupagem pop. Foi isso mesmo que fez Nuno Gonçalves recorrendo a uma produção grandiosa, com arranjos majestosos, que envolveu a gravação com uma orquestra sinfónica em Londres.

O concerto no Multiusos de Gumarães está marcado para o dia 6 de Fevereiro às 22 horas, numa iniciativa da Tempo Livre. Os bilhetes já se encontram à venda e variam entre os 15 e os 30 euros, podendo ser adquiridos online.

Texto: Paulo Dumas

Artigos Relacionados