PUB
Alunos da Secundária das Taipas dirigem empresa virtual
Terça-feira, Outubro 22, 2013

Durante três meses, alunos da Secundária de Caldas das Taipas dirigem fabricante de brinquedos em competição nacional promovida pelo IPAM.

A partir de 1 de Novembro, cerca de três dezenas de jovens alunos da Escola Secundária Caldas das Taipas vão mostrar o talento para a gestão e a liderança, assumindo, durante três meses, o cargo de CEO de uma empresa fabricante de brinquedos virtual.

O desafio é colocado pelo Junior Business Challenge, um projecto promovido pelo IPAM – The Marketing School que procura, entre aquela que será a futura geração de profissionais, talentos promissores e capazes de enfrentar a complexa realidade do mundo dos negócios. Neste desafio, os alunos da Escola Secundária Caldas das Taipas vão, com a ajuda do respectivo corpo docente e juntamente com a Escola Secundária D. Sancho I, de Famalicão, representar o distrito de Braga no desafio, enfrentando a concorrência de mais 300 alunos do ensino secundário e profissional de todo o país.

A liderança do mercado dos brinquedos será disputada, em ambiente virtual, por mais de 70 empresas (compostas por quatro elementos), envolvendo a consultoria de mais de duas dezenas de docentes que assumem a função de tutores. Ao todo, estão representados no Junior Business Challenge 16 instituições de ensino de sete distritos do país de que são exemplo, além da Escola Secundária Caldas das Taipas, o Colégio D. Dinis e o Colégio Luso-Francês (Porto), a Escola Secundária do Pombal (Leiria) e a Escola Profissional de Salvaterra de Magos (Santarém).

Todas as equipas partem em igualdade de circunstâncias e com um objectivo comum: fazer da organização que lideram a mais rentável do mercado em que está inserida. Gestão, Marketing, Produção, Logística e Finanças são apenas algumas das disciplinas integradas no dia-a-dia de cada empresa e que os jovens gestores vão ter de saber utilizar em seu proveito para superar os desafios do mercado real impostos pelo simulador virtual.

O Junior Business Challenge tem o intuito de reforçar a aprendizagem dos conteúdos programáticos por parte dos alunos da área de Ciências Económicas, no ensino secundário e profissional. A assimilação de conceitos através de situações reais de mercado é a imagem de marca do desafio que, simultaneamente, pretende encurtar a distância para o Ensino Superior, elevar a apetência pela gestão de empresas e a consciência para a complexidade das operações no competitivo ambiente empresarial. O desafio – que conta ainda com a CESIM, empresa finlandesa especialista em simuladores de negócios, enquanto parceiro tecnológico – é composto por três eliminatórias cujo grau de dificuldade aumenta a cada etapa. A primeira decorre nos meses de Novembro e Dezembro, a segunda em Janeiro. A final nacional e a entrega de prémios têm lugar em Fevereiro e Março, respectivamente.

Artigos Relacionados

Alunos da Secundária protestam contra diminuição dos apoios nos transportes públicos
Sábado, Janeiro 28, 2012

No final das aulas da manhã de sexta-feira, um grupo de alunos da secundária interrompeu o trânsito para protestar contra os aumentos nos transportes públicos.

O protesto foi de curta duração mas provocou uma longa fila de autocarros e automóveis particulares. Empunhando dois cartazes que apelavam à manutenção do passe 4_18 e contra o corte do passe escolar, os alunos, passados poucos minutos, acabaram por se posicionarem na berma da estrada e o trânsito voltou à normalidade.
Os aumentos nos transportes públicos e privados, em média 5% nos passes e bilhetes, entram em vigor a partir de quarta-feira, 1 de Fevereiro. No referido passe escolar 4_18 (para estudantes entre os 4 e os 18 anos) e no sub-23 (para estudantes do ensino superior até 23 anos), o desconto, até Junho, passa de 50% para 25%. Após essa data o desconto terá em conta o rendimento familiar. Os estudantes do escalão A, do apoio social escolar, continuam a ter um desconto de 50% sobre o preço total.

Artigos Relacionados

Alunos da Secundária à caça de asteróides
Quinta-feira, Março 10, 2011

O Clube de Astronomia da Escola Secundária de Caldas das Taipas vai participar no projecto “Africa-Portugal Asteroid Search Campaign”, promovido pela International Asteroid Search Collaboration (IASC).

Trata-se de um programa de ensino e divulgação científica que permite aos estudantes das escolas a participação no programa da National Aeronautics and Space Administration (NASA) na descoberta da órbita de asteróides. Um asteróide é um corpo menor do sistema solar, geralmente da ordem de algumas centenas de quilómetros apenas. É também chamado de planetóide. Já foram catalogados mais de três mil asteróides, sendo que diversos deles ainda não possuem dados orbitais calculados; Existem ainda milhares de outros asteróides a serem descobertos estimando-se que mais de quatrocentos mil possuam diâmetro superior a um quilómetro. Este programa internacional é extremamente concorrido, havendo escolas de todo o mundo a participar. Patrick Miller, o coordenador internacional do projecto, após o sucesso das primeiras participações portuguesas, continua a apostar nos clubes de astronomia existentes nas escolas do nosso país. Esta nova campanha, “Africa-Portugal Asteroid Search Campaign”, envolverá oito escolas de Moçambique e Portugal e decorrerá entre 21 de Março e 6 de Maio. Para se ter uma ideia da internacionalização deste projecto, será de referir que durante esse período os alunos receberão imagens obtidas por telescópios de 24”, 30” e 32” do Astronomical Research Institute (ARI), localizado em Westfield, nos Estados Unidos da América e também por telescópios chineses localizados no observatório Xinglong de Pequim. O Clube de Astronomia da Secundária receberá 3 a 5 conjuntos de imagens por semana para serem analisadas pelos estudantes através do programa específico Astrometrica. O estudo será feito tendo em conta a procura de objectos designados por Near Earth Objects (NEO) – objectos cuja órbita os aproxima da Terra – e que, eventualmente, podem vir a representar algum risco para o nosso planeta. Serão elaborados relatórios para cada imagem e as eventuais descobertas serão verificadas pelo IASC. A confirmação final de um novo asteróide terá de ser reconhecida ainda pelo Minor Planet Center (Universidade de Harvard) e pela União Astronómica Internacional (IAU). José Carlos Codeço, responsável pelo Clube de Astronomia da Escola Secundária da vila de Caldas das Taipas, referiu que este projecto é “um reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo Clube de Astronomia nos últimos anos, dando a possibilidade aos alunos de colaborar na descoberta de novos astros, utilizando software relativamente simples na análise de dados reais obtidos por astrónomos profissionais”.

Links de interesse:

IASC

NUCLIO – https://www.nuclio.pt/

Minor Planet Center – https://minorplanetcenter.net/

NASA NEO Program – https://neo.jpl.nasa.gov/

Artigos Relacionados

Alunos da Secundária de Caldas das Taipas eleitos para a Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens
Quinta-feira, Março 5, 2009

Júlio Silva e Luís Coelho, do 11º Ano e Maria de Fátima Silva, do 12º Ano, alunos da Secundária da vila, foram eleitos na Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens para representar o Círculo Eleitoral de Braga na Sessão Nacional que se realizará na Assembleia da República nos dias 25 e 26 de Maio.

Na sessão distrital, presidida de modo brilhante pela aluna da Esc. Sec. de Caldas das Taipas, Maria de Fátima Marques Silva, os jovens eleitos nas vinte e uma escolas do distrito de Braga apresentaram e defenderam as suas medidas sobre o tema “A Participação Cívica dos Jovens”. Estes jovens alunos participaram no programa Parlamento dos Jovens organizado pela Assembleia da República com o objectivo de promover a educação para a cidadania e o interesse dos jovens pelo debate de temas de actualidade.
Júlio Silva e Luís Coelho, do 11º Ano e Maria de Fátima Silva, do 12º Ano, alunos da Secundária da vila, foram eleitos na Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens para representar o Círculo Eleitoral de Braga na Sessão Nacional que se realizará na Assembleia da República nos dias 25 e 26 de Maio.

O Projecto de Recomendação que o Círculo Eleitoral de Braga vai apresentar na Assembleia da República contempla as seguintes medidas: incentivar as escolas a disponibilizar um dia em cada período escolar, a fim de promover iniciativas solidárias para com algumas instituições de apoio a pessoas desfavorecidas, nomeadamente crianças, idosos, sem-abrigo e pessoas que não possuem condições mínimas para uma qualidade de vida desejável; a criação de uma base de dados online (com acesso restrito às instituições nacionais de solidariedade) onde os civis se pudessem inscrever / registar, disponibilizando-se a fazer trabalho de voluntariado e as instituições pudessem procurar e contactar voluntários; Uniformização da idade para a participação política, jurídica e cívica dos jovens. Como exemplo, pensemos no facto de os jovens com mais de 16 anos estarem habilitados a responder criminalmente pelas suas acções, mas não poderem fazer valer o seu direito de escolha, por exemplo, a nível de actos eleitorais; incentivar a escola e os alunos dos cursos profissionais, a intervir de forma activa na realidade social do concelho, envolvendo-se nos projectos com a realização de trabalhos específicos da sua área, reforçando, deste modo, a aplicação teórico-prática dos seus conhecimentos específicos do curso e de cidadania

Artigos Relacionados