PUB
Alternativa, mas ao serviço das populações
Quinta-feira, Janeiro 14, 2016

A Vila das Taipas é para mim um local muito especial. Apesar de não ser natural da freguesia foi nas Taipas que cresci e onde fiz todo o meu percurso escolar, desportivo e associativo. Sou um taipense de coração e é dessa forma que gosto de me sentir.

O convite para escrever no Reflexo é um convite que me agrada e que me honra. Conheço o Reflexo e as pessoas que nele trabalham e considero fundamental a existência de um órgão de informação próprio na vila.

É do conhecimento público o meu alinhamento ideológico e a minha filiação partidária, mas neste espaço falarei sempre e apenas em meu nome individual. Será um espaço de reflexão de um taipense que gosta da sua vila e da sua terra.

No passado mês de dezembro tivemos a Assembleia de Freguesia. Importa aqui analisar aquilo que de mais relevante lá foi discutido e que de facto interessa aos taipenses: o Plano e Orçamento para 2016.

Por parte da Junta de Freguesia temos um mau orçamento. Um Orçamento esgotado nas despesas correntes e no colete-de-forças que representa o encargo com a Pensão Vilas que, desde 2009 até à data de hoje, representa um investimento da Junta na ordem dos 230.000 € (o que poderíamos ter feito na Vila com este dinheiro!) num edifício sem função e em ruínas.

Um Orçamento sem rasgo nem visão e cuja construção por parte da Junta não colheu qualquer contributo, dos muitos contributos apresentados pelo PS.

Por parte daqueles que não concordam com esta visão imobilistica para Vila espera-se que votem contra um Orçamento que não serve os interesses dos Taipenses. Assim fizeram os deputados eleitos pelo PS.

A CDU ao arrepio daquela que foi a sua orientação no Orçamento para 2015 e daquilo que tem vindo a defender publicamente viabilizou o orçamento e foi, uma vez mais a muleta da Junta de Freguesia.

Curiosamente, na A.F. de S. João de Ponte, a CDU teve exatamente a mesma atuação, manifestando-se assim um padrão de comportamento que grita bem alto que a alternativa não mora na Coligação Democrática Unitária (CDU).