Acordo entre as partes resolve problema
Quarta-feira, Maio 19, 2010

O CART reuniu a noite passada em Assembleia Geral Extraordinária. A reclamação de uma dívida de cerca de 50 mil euros por parte de Carlos Marques, associado e ex-presidente da colectividade, era o assunto mais sonante chamado à discussão.

O motivo da referida reunião já se arrasta há largos anos tendo, inclusive, sido já julgado em tribunal com a dívida reclamada a ser judicialmente reconhecida. Muito recentemente e porque a anterior decisão nunca foi executada, foi interposta nova Acção Executiva contra o CART.

Um acordo entre as partes, dado a conhecer aos associados do CART na Assembleia Geral Extraordinária realizada na noite de ontem, colocou um ponto final no assunto.

Em traços gerais, o acordo estabelecido entre a Direcção do CART, liderada por António Lima Pereira e Carlos Marques previu que a dívida reclamada (49.320,06 euros) fosse reduzida a 25 mil euros, a liquidar da seguinte forma pela Direcção do CART:
– Um cheque de 12.550 euros;
– 6.250 euros em publicidade nos calções de todos os atletas até 31 de Maio de 2011;
– 6.250 euros em forma de donativo à colectividade;
– Cedência a Carlos Marques de um outdoor publicitário, existente no exterior do pavilhão, até 31 de Maio de 2011;

Ainda no âmbito do referido acordo e em reconhecimento da renúncia por parte de Carlos Marques a montante considerável da verba reclamada, bem como, pelo trabalho realizado enquanto director da colectividade – onde se destaca (no decurso do seu mandato) a obtenção do Estatuto de Utilidade Pública, a Direcção do CART comprometeu-se ainda a propor a sua distinção com sócio de mérito. Facto que não se verificou na última reunião por imperativos estatutários.