24 de Junho: Biblioteca escolar inaugurada na Charneca
Sábado, Junho 23, 2018

Na habitual série de inaugurações guardada para o dia 24 de Junho, a vila de Caldas das Taipas volta a entrar no roteiro para, desta feita, ser inaugurada a ampliação da Escola da Charneca para instalação da biblioteca.

Era o segundo momento da longa série de inaugurações marcadas para a véspera do Dia Um de Portugal, que se assinala em Guimarães amanhã. A Escola da Charneca passará a estar equipada com uma biblioteca, uma obra paga pela Câmara Municipal de Guimarães, numa adjudicação fechada no final do ano passado por cerca de 66,5 mil euros.

A iniciativa para a ampliação da escola EB1 da Charneca, para que este estabelecimento passasse a contar com uma biblioteca partiu da associação de pais, que conseguiu os apoios necessários para a elaboração do projeto. Na habitual intervenção do presidente da Câmara, Domingos Bragança sublinhou ser este um exemplo de como a comunidade escolar se pode envolver no melhoramento das condições dos alunos nas escolas.

No palco montado na área do recreio da escola decorria a festa de fim de ano letivo com uma plateia repleta de crianças. Foi desse palco que se ouviram as intervenções dos vários representantes na cerimónia.

O primeiro a tomar a palavra foi o Diretor do Agrupamento, Mário Rodrigues, que lançou o desafio aos professores para que a nova biblioteca seja uma alternativa à sala de aula. Distribuiu agradecimentos à associação de pais e aos representantes da autarquia, sublinhando que a ocasião acrescentou muito à festa de final de ano dos alunos.

Filipe Neiva, o presidente da Associação de Pais no seu último ano de mandato, não escondeu a felicidade pelo testemunho que a associação de pais a que preside deixa aos que virão a seguir. Nas suas palavras este é um exemplo do que deverá ser o papel da comunidade: “isto é o que podemos ensinar aos nossos filhos” – referiu.

Ouviram-se por fim intervenções dos dois presidentes de autarquia presentes. Luís Soares enalteceu o exemplo da Escola da Charneca sobre o que deve ser um projeto comunitário. Ofereceu um exemplar da monografia de Caldas das Taipas ao diretor do agrupamento num ato simbólico. O exemplar ficará depositado na nova biblioteca.

Domingos Bragança começou por dizer que a alegria é a marca daquela comunidade escolar e que a nova biblioteca é a prova do que essa alegria consegue realizar. O autarca justificou o cuidado que diz ter a Educação na sua governação, como presidente da Câmara Municipal de Guimarães – “A escola está em primeiro lugar!”.

O edil deixou no ar a promessa de que irá equipar a nova biblioteca com livros e ferramentas informáticas – “nós vamos ter esta biblioteca no topo do que uma biblioteca nesta dimensão [deve ser], que não deverá nada às grandes bibliotecas do mundo”, exclamou o presidente da Câmara no final da sua intervenção.