PUB
1 Outubro 2017
Quarta-feira, Outubro 10, 2018

Caros leitores,

Escrevo esta crónica exatamente um ano depois da eleição que ditou a vitória do Partido Socialista nas eleições autárquicas e da consequente composição do atual executivo da Junta de Freguesia. 1 De Outubro de 2017.

Os meses que antecederam esse dia foram meses difíceis e de grande trabalho. Para mim, por exemplo, que nunca tinha feito parte de nenhuma candidatura, foi uma novidade incomparável.

Tínhamos, eu e os meus camaradas de viagem, liderados pelo Luís Soares, uma, e apenas uma missão: mostrar aos Taipenses que éramos as pessoas certas para liderar os destinos de uma Vila que vinha sendo votada ao marasmo e à inacção. Com esta certeza fomos de porta em porta uma e outra vez para contactar cara a cara com os Taipenses, com uma campanha positiva, sem atropelos, sem ataques pessoais e apenas mostrando às pessoas as nossas ideias e projetos.

Inovamos na forma de comunicar com as pessoas, ouvimos o que tinham para nos dizer e, partindo daí, esboçamos um plano para quatro anos de uma viragem completa na vida da nossa Vila. Era preciso um plano de resolução de muitos dos problemas urgentes da Vila, mas era também preciso um plano para desenhar uma evolução sem precedentes na matriz da nossa Vila. Não viramos a cara ao desafio.

Fomos, com toda esta dinâmica, criando uma onda que crescia de dia para dia e que nos entusiasmava a cada passo da caravana. Sabíamos que tínhamos em marcha uma onda de mudança que nada poderia parar.

Chegados ao dia 1 de Outubro de 2017 o nervosismo era imenso. Tudo era novo. O dia começa muito cedo, custa muito a passar e termina já muito tarde com todas as formalidades inerentes a umas eleições.

Recordo desse dia vários momentos todos eles positivos! Desde o convívio com as pessoas que comigo estiveram na mesa, à conversa com várias pessoas que já não via há bastante tempo, culminando com a vitória pela qual tanto trabalhámos.

Este dia foi apenas o culminar de semanas de dedicação e esforço por uma causa na qual acredito com todas as minhas forças.

Um ano volvido, temos já muito para contar, e eu, um mero cidadão que acredita que juntos podem ajudar a melhorar a vida e a vila de todos os Taipenses, estou cada vez mais convencido de que aquele 1 de Outubro de 2017 foi apenas o primeiro dia da mudança total da nossa Vila.